Dicas para engajar um time que precisa ser desenvolvido

O sucesso de uma empresa está relacionado ao nível de engajamento dos colaboradores com todas as atividades corporativas – já ouviu dizer que “profissionais motivados produzem mais”? Com isso, é possível obter um enorme empenho em busca de resultados.

Desta forma, é de extrema importância que as organizações dediquem tempo e elaborem estratégias, não apenas para atrair novos funcionários, mas também para engajá-los em suas atividades e autodesenvolvimento, pois assim efetuarão suas funções com mais atenção e comprometimento.

Muitas empresas investem com o objetivo de qualificar seu time, mas quais são as estratégias de engajamento para manter esses funcionários mais eficazes durante o treinamento? Como manter seu pessoal comprometido, motivado e produtivo?

Com métodos e práticas eficazes é possível obter uma equipe mais envolvida com os cursos, além de profissionais que trabalham e se esforçam para apresentar soluções e inovações, promovendo o desenvolvimento da organização.

Há alguns elementos-chave por trás do engajamento efetivo de uma equipe, e o investimento financeiro não é o principal deles. Embora uma boa remuneração possa manter um funcionário engajado, não é só isso que conta.

Os elementos principais têm tudo a ver com um sentimento de pertencimento. No entanto, o engajamento está relacionado também com o carreira, ambiente de trabalho, entender os objetivos do que precisa ser feito e autodesenvolvimento.

Você não constrói uma casa a partir do telhado, não é? Bem, o mesmo vale para as empresas. Afinal de contas, sua equipe é o alicerce sobre o qual você está fundado e, se você não tem o controle disso, logo terá problemas.

As melhores estratégias para o engajamento da sua equipe durante um treinamento

Veja abaixo estratégias para manter seus colaboradores engajados:

  1. Ativação, engajamento e desempenho

Na fase de aplicação dos programas de treinamento é imprescindível o apoio motivacional aos alunos, de maneira contínua, durante todo o período de treinamento. É isso que torna possível vencer a falta de cultura de autoaprendizagem e a dispersão dos alunos, que é ainda muito frequente no meio acadêmico e nas organizações.

  1. Tutoria

As funções da Tutoria precisam ser focadas em atender às dúvidas dos participantes, relacionadas com o tema específico de estudo. As ações do Tutor promovem e enriquecem as discussões, além de responder as dúvidas dos participantes relacionadas com a matéria de estudo. Finalmente, o Tutor também realiza a compilação das principais reflexões feitas nos fóruns para servir de melhores práticas no futuro.

  1. Monitoria

A monitoria executa uma série de ações proativas para promover a participação dos alunos nas atividades on-line. Estas ações motivacionais podem acontecer por meio de envio de e-mails, contatos telefônicos com os participantes que mostram um declínio no nível de participação no curso online. Acompanhamento dedicado e personalizado a cada participante.

Relatórios com métricas de engajamento

Acompanhe suas turmas de perto, com relatórios de:

  • Ativação
  • Engajamento
  • Desempenho

E mantenha sempre estas 3 perguntas no radar:

  1. Meus colaboradores têm acessado a plataforma?
  2. Eles estão realizando os cursos?
  3. Como estão se saindo?

Se você entender como seus funcionários aprendem – se eles preferem trabalhar de forma independente ou em grupos, por exemplo – também descobrirá muito sobre como eles podem trabalhar melhor e de que maneiras estão mais propensos a se engajar com projetos.

O engajamento e a motivação dos profissionais, durante um treinamento, caminham juntos. Pessoas comprometidas trabalham com satisfação, se empenham em busca de alcançar os objetivos pretendidos e desse modo contribui para o crescimento da empresa.

Portanto, sempre que buscar um fornecedor para seus programas de educação corporativa, procure saber como ele pode apoiar com essas práticas. Um bom fornecedor, saberá como te acompanhar no sucesso do programa.

Equipe Kaptiva
www.kaptiva.com.br